QUÃO COMPROMETIDOS ESTÃO OS TRADERS  DE SOJA COM UMA INDÚSTRIA DE SOJA LIVRE DE CONVERSÃO?

© Jason Houston / WWF-US
© Alffoto
© Rogério de Castro Duarte e Silva / WWF-Brazil
© David Bebber / WWF-UK

Em 2021, o WWF lança seu primeiro Scorecard dos Traders de Soja, analisando as 22 empresas de trading de soja mais influentes, responsáveis por mais de dois terços das exportações globais de soja. Este scorecard explora os compromissos, medidas, progresso, transparência e colaborações desses traders para acabar com o desmatamento, a conversão e as violações dos direitos humanos nas cadeias de suprimento de soja.

Mais sobre soja

22 TRADERS DE SOJA AVALIADOS

0-100
Não respondeu
?
0-20
Insuficiente
21-40
Fraco
41-60
Regular
61-80
Intermediário
81-100
Avançado

Dada sua influência na obtenção, processamento e trading da soja, essas empresas podem e devem desempenhar um papel crítico na transformação da indústria da soja para se tornar livre de desmatamento, conversão de ecossistemas naturais e violações de direitos humanos. Isso significa aumentar coletivamente a ambição dos compromissos com planos de implementação sólidos e aumentar a transparência a respeito do progresso feito ao longo do tempo.

© Adriano Gambarini / WWF-Brazil

O SCORECARD DESTACA PROGRESSOS E LACUNAS NA INDÚSTRIA DA SOJA

© Adriano Gambarini / WWF-Brazil

O Scorecard dos Traders de Soja destaca progressos e lacunas na transição da indústria rumo ao fim da conversão e da violação dos direitos humanos. Ele fornece uma maneira transparente para que os usuários de soja ao longo das cadeias de rações e alimentos, instituições financeiras e formuladores de políticas avaliem sua exposição ao risco e exijam ações ambiciosas das empresas de trading dentro e fora de suas cadeias de suprimentos.

O Scorecard dos Traders de Soja fornece uma ferramenta valiosa para que todas as empresas de trading de soja identifiquem oportunidades de melhoria em suas próprias políticas, operações e processos de relatos. Ele permite um benchmarking contra pares e a capacidade de demonstrar o progresso ao longo do tempo.

METODOLOGIA

PRINCIPAIS RESULTADOS

7 DOS 9 TRADERS ENTREVISTADOS

assumiram um compromisso com a soja livre de desmatamento, mas apenas 4 incluíram a conversão de outros ecossistemas naturais (como campos naturais e savanas) nesse compromisso.

APENAS 3 DOS 7 TRADERS

com compromissos com a soja livre de desmatamento estabeleceram um prazo para alcançar essa meta. Esses prazos variam entre 2025 e 2030, mostrando não haver reconhecimento da urgência do problema.

NENHUM DOS 9 TRADERS ENTREVISTADOS

tem uma data de corte em 2020 (ou anterior) para qualquer bioma, exceto a Amazônia. Isso inclui o Cerrado, apesar de anos de negociações do Grupo de Trabalho do Cerrado (GTC).

7 DOS 9 TRADERS ENTREVISTADOS COMPROMETEM-SE A PROTEGER OS DIREITOS HUMANOS E ASSEGURAR O CONSENTIMENTO LIVRE, PRÉVIO E INFORMADO DE POVOS INDÍGENAS E COMUNIDADES LOCAIS EM SUAS CADEIAS DE SUPRIMENTOS, MAS NENHUM DELES EXIGE QUE SEUS FORNECEDORES ASSUMAM COMPROMISSOS EQUIVALENTES EM SUAS PRÓPRIAS OPERAÇÕES.

© Bento Viana / WWF Brazil

RECOMENDAÇÕES

Em todas as cadeias de suprimento da soja, todas as partes interessadas têm um papel a desempenhar na erradicação do desmatamento, da conversão e das violações dos direitos humanos por parte dessa indústria. Existem ações claras para traders, compradores, financiadores e formuladores de políticas de soja, tanto nos países produtores quanto nos consumidores. 

OBTENHA O RELATÓRIO COMPLETO

DOWNLOAD